sábado, 12 de fevereiro de 2011

Falo sério!

    Existe uma espécie raríssima homens-cavalheirus que está ameaçada de extinção, e isso é simplesmente, deprimente!

    Esta espécie, tinha alguns hábitos interessantes, tais como:
      *Abrir a porta para as mulheres entrarem e sairem dos carros, restaurantes e cafés;
      *Pagar a conta nos primeiros encontros;
      *Sorrir e ser agradável;
      *Se importar com o que as mulheres falavam;
      *Se preocupar com os sentimentos alheios;
      *Zelar pela boa conduta;
      *Ser gentil e conquistador;
      *Cumprir horários;
      *Gostar de programas a dois;
      *Agradecer e elogiar...

     Entre tantas outras que não me cabem descrever aqui.
  
     Para saber sobre esta espécie, procure no século XVIII, se tiver sorte pode encontrar algum ainda perdido pelo século XIX.
    
     Estes espécimes realmente raros e especiais, acho que não sobreviveram a grosseria, falta de romantismo e falsidade do século em que vivemos!

    O problema é que, nós mulheres, ficamos procurando por algum exemplar que tenha sobrevivido fora de seu habitat natural, tudo bem, n ão é algo fácil, mas a esperança permanece. 

    Se você souber da existência de algum sobrevivente desta espécie, me procure, porque como uma boa bióloga, vou tentar dar continuidade a espécie, multiplicando o exemplar em extinção!


                                                                                                           B'ela / fevereiro 2011



Espero teu comentário!
BjoooO

5 comentários:

B'ela disse...

Sim, eu sou uma mulher moderna... mas há coisas que são essenciais! Pelo menos nos 6 primeiros meses!! Falo sério! Seríssimo!

Meninos, por favor, um pouquinho de romantismo não faz mal a ninguém!

=*

Anônimo disse...

O Bruna encontrouu um... nem preciza falr q escreveu isso heheh

TriFacera disse...

Ei!
Acredito que eu tbm seja "moderna", mas não abro mão de certas (lê-se: todas as) gentilezas.

Tive mais sorte: já encontrei o MEU!

Boa sorte, B'ela!
Beijinho! E te amo!

Clarice disse...

B'ela...
A cada dia que se passe tenho mais certeza que essa espécie está em extinção. Com certeza é muito deprimente...

bjus!!!

Fer disse...

oi, mocinha! boa sorte com o blog novo, viu?

beijo!